Mudanças são inevitáveis. Existe um fluxo invisível que não nos permite seguir sempre o mesmo caminho. Nada permanece intacto. Nem as nossas convicções, as nossas idéias, por mais que queiramos que permaneçam. Por mais que o passado pareça reconfortar a vida não se resume somente a isso. É por isso que existe o Sol e a Lua.
Você acordará de manhã e o Sol estará lá, entrará a noite a Lua estará lá, pra te lembrar de que não há nada insuperável. Os dias prosseguem. E como já dizia Nietzsche, aquilo que não me destrói, fortalece-me.
Tudo é aprendizado, basta você querer enxergar isso!

sexta-feira, 21 de maio de 2010

Felicidade.


Você não sabe o quanto me deixou feliz por um instante falar com você...
Felicidade na qual bate uma pontada de tristeza por não estar com você, por não estar em seus momentos felizes, como em tantos já estive... mas só em saber que você está em Paz e está Feliz,
me basta!
Mesmo que me doa um pouco com essa situação... você não imagina o quanto fiquei feliz em ter falado com você, ter visto o seu humor "mudado", o humor que você tinha quando te conheci e que há muito tempo não o via, um tom de felicidade, de liberdade, de paz e amor em sua voz. É bem estranho, admito, por mais que te ame e queira sempre estar com você, fico tão feliz que parece ser comigo... ver você assim, tão bem, me faz bem!
Na hora em que falei com você me deu uma vontade louca de correr para seus braços, para compartilhar esse sentimentos tãos bons e verdadeiros que vi em você, que vinha de mim.. Sentimento no qual aconteça o que acontecer, ficará sempre guardado em mim em lembranças, recordações e saudades.
Sinceramente não vou negar, estava triste, triste por não ver você, não ter por pelo menos um segundo a tua alegria, o teu sorriso... sorriso que me confortava, que me fazia tão bem, tanto que você meu amor nem imagina... não imagina o quanto seus gestos simples significavam tanto para mim... Mas agora estou feliz, não por você ceder o seu sorriso 'diretamente' para mim, mas 'indiretamente' para que eu o sentisse, sentisse o quanto estas feliz e se você está feliz, independente dos meus sentimentos por você, eu também estarei...

quinta-feira, 20 de maio de 2010

A Procura.

Procuro por você... quero te ver, te tocar, nem que seja pela última vez... Não quero que aquela vez que nos vimos seja última, não, eu não quero! Aquele dia em que fomos muito felizes juntos, rindo à toa, sem preocupações, sem hora pra chegar... dia que foi um dos melhores e mais marcantes de minha vida, fui tão feliz em um dia enquanto em tempos eu não tinha sido.
Você  é a minha paz, minha pertubação, minha felicidade, minha tristeza, meu sorriso, o meu choro... você é toda a minha carga de energia... todos os meu sentimentos... você é tudo, tudo que quero pra mim!
Procuro por você naquela rede em que dormiamos, naquele bar em que bebiamos, na rua na qual viviamos... procuro e não te acho... por onde você anda, porque anda tão longe de mim?
Não me deixa solta, não me deixa sozinha... ainda não me acostumei a viver assim... sem você, você era meu porto seguro, era a pessoa que eu contava pra tudo... conversar sobre meus problemas, sentimentos, desejos... tudo isso era você. E agora sem você com quem que vou contar? Meus problemas que só você entendia, meus sentimentos que só pra ti servia, meus desejos que só você supria...
Procuro por você, por todos os lugares e não vou sossegar nenhum minuto enquanto eu não achar...

domingo, 16 de maio de 2010

Solidão.


Ninguém sabe a mágoa que trago no peito, quem me ver sorrir desse jeito nem se quer sabe da minha solidão...
 Solidão, coisa que se passou em um mero minuto quando falei com você, ela se foi, para bem longe, onde quem apareceu foram as lembranças e as saudades... Lembranças dos nossos momentos... e que momentos hein? Pois é, como dizem o que é bom dura pouco. Apesar que não concordo muito bem com essa frase... Pois o que é bom, pode continuar bom, só depende dos fatores que se entrelaçam na história. 
A diferença é que nossos fatores entrelaçados foram cortados...
 Solidão, que no instante que desliguei me deu uma vontade louca de te encontrar, te abraçar e te beijar... e ela pôs-se a voltar, a me torturar, a me acompanhar. Essa solidão que me atormenta todo dia, a toda hora.. que roubou o seu lugar, ou você que a deixou ficar em seu lugar?
 Essa é uma questão que tenho inúmeras respostas, inúmeros conceitos... e nem sei bem qual é o certo.
 A única certeza que tenho é que estou só... só, a te esperar...

sexta-feira, 7 de maio de 2010

Paz Interior.

Nada vale mais do que sua paz interior... do que a paz de quem amamos!
Hoje em dia busco enxergar o que não enxergava antes, pois tudo estava bem na minha frente... 
vai ver que eu que não queria enxerga isso, eu que não queria aceitar.
Eu só pensava em uma coisa, em te Ter, em te Querer, em Amar você... do que adianta ter você e viver em um inferno? Na verdade com toda essa bagunça que virou minha vida vejo que se você realmente quer o bem de alguém, se você ama alguém, se esse amor que você sente realmente for verdadeiro, você é capaz de ficar feliz por ela ir embora, por ela lhe deixar, por ela ter escolhido viver a vida dela 'sozinha', pois se vocês não estão juntos é por algum motivo maior que não dá. 

Não adianta insistir em uma coisa que não dá certo, apesar que falar é fácil..  
Na pratica, a teoria é outra!
Busco hoje em dia, sozinha, a minha paz, a sua paz... a paz de todos que amo, pois podemos ter tudo, mas se não tivermos essa paz, nada ficará bem do jeito que podia está.
Perdemos tanto tempo procurando entender o que não tem explicação. Desgatamos nosso dia a dia com intrigas, brigas, confusões e quando paramos alguns segundos para pensar percebemos o quanto aumentamos a intensidade dos nossos problemas com preocupações tolas e desnecessárias. Aos poucos enxergamos que tudo é tão bom, mas o que vale é a sua paz interior.
Nada melhor que deitar todas as noites no travesseiro e dormir tranquilo. Não há status que compense estar com consciência limpa e saber que merecemos tudo o que conseguimos, que fizemos nossa parte para chegar até aqui e que se não deu certo, nós não sabemos... O tempo é o senhor da razão, só ele pode nos dizer um dia o que ganharemos no futuro pelo o que no presente deixamos ir...
Inseguranças e medos perdem espaço na medida em que nossas lutas e acertos recebem destaque.
Não importa o que consquistamos e sim o caminho que nos leva a cada vitória. Enfim, nada vale a nossa paz.
(e sua paz vale muito mais pra mim!).

quarta-feira, 5 de maio de 2010

Ligação.

 


 -Alô?
-Quem é?
-Sou eu, tudo bem?
-Ah, tudo na paz! (um momento de silêncio).
-Então, liguei para saber como você está.
-To bem, valeu, tchau.










Em pensar que um dia, nem faz tanto tempo assim, passávamos horas no telefone, falando coisas sérias, bobagens... tudo era tão bom. Como dizem era bom demais pra ser verdade.
Porque será que entre nós ficou tudo tão frio? Se éramos puro fogo.
Porque será que entre nós existe uma enorme barreira? Se éramos inseparáveis.
Porque será que entre nós o amor não venceu? Porque existe amor maior.
Um amor maior... esse amor que o tempo, nem o vento, nem o fogo... não adianta, nada apaga. Porque esse amor é eterno, esse amor é verdadeiro, esse amor é fraternal.
As vezes me pego no canto pensando como estaríamos hoje, juntos. Como sobreviveríamos a essa pequena distância, as loucuras, aos ciúmes... Na verdade, se realmente existisse amor, sobreviveríamos a tudo. O meu maior desejo era está com você... enfrentando tudo e todos como vemos em filmes e novelas, mas nessa "vida real" vejo que é bem diferente. Que não podemos enfrentar tudo, pois sem o tudo não somos nada... e muito menos poderíamos enfrentar a todos, pois existem forças maiores que as nossas... Não falo forças de sculos ou coisas assim, falo de forças de sentimentos, sentimentos inigualáveis, insuperáveis, diria até imortais.
E esse amor então, o meu amor, que a distância e a saudade consome, sofre, chora, mas só isso que ele pode fazer...
Na verdade o amor é um sentimento bem estranho... lembro-me de antes, quando tinha você, te ligava, te olhava, te tocava.. ele palpitava, mas palpitava de alegria, com vontade de nunca mais te largar...
E hoje? Hoje fico louca para te ligar, te olhar, te beijar, te tocar... e ele ainda palpita, mas de tristeza, de mágoa, pois ele sabe que essa ligação é de um amor impossível...