Mudanças são inevitáveis. Existe um fluxo invisível que não nos permite seguir sempre o mesmo caminho. Nada permanece intacto. Nem as nossas convicções, as nossas idéias, por mais que queiramos que permaneçam. Por mais que o passado pareça reconfortar a vida não se resume somente a isso. É por isso que existe o Sol e a Lua.
Você acordará de manhã e o Sol estará lá, entrará a noite a Lua estará lá, pra te lembrar de que não há nada insuperável. Os dias prosseguem. E como já dizia Nietzsche, aquilo que não me destrói, fortalece-me.
Tudo é aprendizado, basta você querer enxergar isso!

sexta-feira, 30 de julho de 2010

Talvez.


Você se foi, nem ao menos disse adeus e eu nem sei que rumo levar, nem sei que decisão tomar, nem sei para quem olhar... tudo era você.
O que faço agora em meus momentos felizes ou tristes? Nas minhas vitórias ou em meus fracassos? Você era meu porto seguro, você era a minha alma, a minha respiração. Talvez você tenha posto a ir embora por ser tudo isso, por ser um porção de coisas em meu eu, por ser tudo que na verdade não era nada... talvez se você não fosse nada, se não fosse nem minha respiração e muito menos o meu porto seguro, ai sim você seria o nada pra ser tudo. Talvez eu tenha percebido isso um pouco tarde, no momento em que você é tudo merecendo-se um nada... talvez seja isso, esse valor que eu lhe atribuo seja uma espécie de ilusões em que precisamos acordar e nos encaixar onde caibamos...
Talvez é a solidão me rondando, me perturbando, me enlouquecendo... ou não, talvez você seja tudo isso pra mim, por mais que queira ser um nada em meu tudo... talvez.

quarta-feira, 28 de julho de 2010

Doce ilusão.


Por alguns instantes pensei que tinha te esquecido, que você não passava de uma boa e vaga lembrança, que meus sentimentos tinham se esquecido com o vento e que o tempo foi o melhor remédio para tudo isso. Que seu sorriso não me encantava mais, seu cheiro não me atraia mais, seus olhos não me emocionavam mais e nem seu corpo me tentavam mais... doce ilusão.
Quando me pus em sua frente todo esse pensamento passou e vi que era mera ilusão.
Meus sentimentos voltaram à tona, junto com as lembranças e recordações dos momentos juntos vividos e definitivamente o tempo não cura tudo, aliás o tempo não cura nada, o tempo apenas desloca o incurável do centro das atenções, pois me encantei com seu sorriso, me atrai pelo seu cheiro, seus olhos mais uma vez me emocionaram deixando os meus caírem lágrimas e seu corpo, há seu corpo, me tentou como nunca.
Quero me curar desse sentimento, até mesmo do ressentimento que tenho em meu peito, quero me curar extremamente de você. Não aguento mais em minha vida sofrer por um amor não correspondido, e até mesmo correspondido com obstáculos e barreiras o suficiente para que não fiquemos juntos, para que não sejamos felizes... isso me dói, me dói muito.
Quero ter a doce ilusão só por um instante que você é meu, que iremos ser felizes juntos, só mais uma vez, só por mais um momento...

quarta-feira, 21 de julho de 2010

Aniversário.


A alguns dias atrás foi seu aniversário. Comprei um presente e esperei anciosa pelo momento em que te encontraria. Será que você iria gostar de meu presente? E da minha visita? Não sei, mas a poucos minutos eu iria descobrir.
Eu entro em sua casa e quando te olho, você me recepcionou com aquele sorriso que adoro, aquele sorriso que a tempo não via, poxa fiquei tão feliz, todos meus pensamentos sobre aquele dia mudaram. Daí então passei a lembrar do ano passado, quando passamos o meu aniversário juntos, sem desgrudarmos um segundo. Foi tão bom aquele dia, só eu e você, e o maior e melhor presente que você me deu naquele momento foi: você! 
Entreguei seu presente, você gostou graças a Deus, não saberia como me comportar se você disesse que não gostaria... e passamos momentos de tensão, sem saber o que fazer... quando nos beijamos foi tão bom, tudo tão bom... aquele seus carinhos, carícias, que saudades de tudo isso.
E você ainda vem me perguntar o que eu gostaria de ganhar em meu aniversário. Nossa, está tão longe, mas vou logo adiantando... o melhor presente que você poderia me dar neste momento, mais uma vez é você, pois você é o melhor presente pra mim em qualquer situação de minha vida. Te amo!!!

sábado, 10 de julho de 2010

Inspiração.

Inspiração, coisa que me falta... não consigo escrever, não consigo ler, não consigo entender... nada faz sentido sem você! Preciso de algo que me tome o corpo, os sentimentos, a alma, algo que desde então se perdeu no espaço e não volta para meus braços... na verdade eu preciso de ti.
Queria poder entender os sentimentos que nos tomam e nos rodeiam, juro, mas não entendo. Queria saber exactamente o que sinto, o que você sente... não sei em certo, só sei que é um sentimento bom que me contagia toda vez que te vejo, que te ouço. Um sentimento no qual adormece, porém quando te vejo volta com toda intensidade que alguém pode sentir. Queria descobrir em exacto que sentimento seria esse... queria mesmo descobrir que sentimento toma você quando você me ver, me ouve, queria muito, pra esclarecer inúmeras dúvidas que tenho em meus pensamentos.
Me sinto tão só, posso ter sempre alguém ao meu lado que me tire a atenção, mas a solidão nunca tiraram... solidão que só você preenche, que só cabe a você.
Volta, volta vai e trás todos os sentimentos, desejos, vontades que tínhamos... trás de volta minha inspiração.